Tumblelog by Soup.io
Newer posts are loading.
You are at the newest post.
Click here to check if anything new just came in.

August 21 2014

06:43
06:42

August 20 2014

19:27
19:21
10:14
07:35
01:32

August 19 2014

23:50
21:44

" PRA VARIAR, ESTAMOS EM GUERRA ".


Assim , Elis Regina cantava nos anos 70, e hoje eu repito,  " pra variar, estamos em guerra ". Não falo da guerra  da Ucrânia, ou de Israel e Palestina, as atuais bestialidades humanas, eu falo das guerras  travadas todos os dias pela sociedade. Estamos no meio de muitas guerras...  simultâneas. As guerras que nascem dentro de cada um, e que em vez de destruir  o opositor, destroem os dois lados... ou melhor todos os lados, pois nossa metralhadora da ignorância não escolhe alvos, deseja detonar a todos, e no final, somos detonados também,  somos atingidos de volta, ou atiramos no próprio pé. Alô, alô, Marciano, venha rápido, faça alguma coisa, porque para variar, estamos em guerra. Brancos contra negros... sulistas contra nortistas... muçulmanos contra ocidentais... católicos contra protestantes... partido político contra partido político... filhos contra pais... irmão contra irmão... heteros contra homos e vice-versa... polícia contra bandido...  tem até polícia contra polícia... qualquer um contra qualquer um... todos contra  todos... e ninguém por ninguém. Dizem que o homem é um animal que só consegue viver em sociedade. Que sociedade, se somos regidos pelo egoísmo? Se somos movidos pela frieza de sentimentos? Que sociedade, onde o “ter”  está acima do “ser” ? Sinto muito, tenho outro conceito de sociedade, e vai além da materialização da felicidade. Instauramos uma selva de pedra, selva lembra animais, mas não gosto de citar os animais quando falo do homo sapiens. Os animais não têm nossa “inteligência”, agem por instinto, matam somente para comer, isso é da cadeia alimentar, por mais que nos impressione ver um tigre devorando uma gazela. Simbolicamente falando, tantas vezes vemos um homem devorando o outro na rotina do dia a dia, e não nos impressionamos mais… Por quê?  Porque já é normal no modelo de sociedade que construímos, fazer o mal, ver o mal, fechar os olhos para o mal e seguir em frente pelas avenidas, mesmo que o luxo e o lixo passem pela mesma esquina. Lixo mental, lixo espiritual, lixo social. As guerras armadas, as que derramam sangue, nada mais são que as guerras de egoísmo de cada um, potencializadas, afloradas, levadas às vias de fato. As guerras já existem dentro da gente, gostamos de guerras, infelizmente. Gostamos de guerras desde os primórdios dos tempos. Caim matou Abel já naquele tempo, e não havia carro do ano, telefone celular, avião, tevê por assinatura, posses enfim, e o irmão matou o outro por inveja. Abel foi a primeira vítima da inveja na história da humanidade. Começamos ali e nunca mais paramos, e nessa Torre de Babel, só há uma certeza:  a sociedade não é para todos... mas o abismo é um só.  “Alô, Marciano. Down down down na high society”.
21:12
20:22
18:07
18:07

Aquele beijo...

Todos os dias
penso em ti,
como se estivesses aqui!

Anseio
por este amor
um amor em palavras,
como se fossem
cartas de amor!

Um dia
neste convívio lindo,
beijámo-nos,
muito…
…sentimos prazer,
olhámos fixamente
e sem palavras
mas com um olhar
de mil palavras!

Aquele beijo
será sempre
aquele beijo…

José Manuel Brazão
17:27
14:40
14:35
14:31
10:09
10:06
08:55
Older posts are this way If this message doesn't go away, click anywhere on the page to continue loading posts.
Could not load more posts
Maybe Soup is currently being updated? I'll try again automatically in a few seconds...
Just a second, loading more posts...
You've reached the end.