Tumblelog by Soup.io
Newer posts are loading.
You are at the newest post.
Click here to check if anything new just came in.

September 23 2014

20:10
19:35

Nasce o dia...

Há muito tempo
que vejo o Sol nascer…
Já nem me lembro
quando foi…!

Nem sempre
ele me sorri,
por vezes
 parece cinzentão,
mas quase sempre,
brilha e aquece
o meu coração!

Tu
minha alma querida,
ficas triste,
muito sofrida,
incompreendida!

O teu amanhecer,
nem sempre é igual.

Eu
com fé inabalável,
vejo mais perto
o teu desejado Sol;
Sereno, digo-te:
chegará o teu amanhecer!


E eu
distante mas próximo,
verei e sorrirei
quando esse amanhecer chegar!

José Manuel Brazão

16:38
15:34
12:55
12:37

Pérola poética


Escrevi palavras,
muitas palavras,
com pensamentos
e sentimentos,
que fizeram de mim
um homem
com momentos
de beleza e tristeza,
de encanto e amor!

Escrevo o que sinto
na minha poesia...
Poesia
que se revejam nela
como um reflexo da Vida!

Reflexo
do que observo,
sinto ou desejo!

Para uns
são pérolas poéticas,
para mim
apenas as minhas pérolas!

José Manuel Brazão

Dedico à minha querida Amiga e Poeta Marilandia Marques Rollo a quem devo o título do poema.
11:09

September 22 2014

20:32

Mulher vestida de amor


É lindo o teu vestir,
feito de amor!

Rodas
e dizes-me:

Gostas dele?
Fi-lo a pensar em ti!

É lindo meu amor,
nunca vi vestido igual
e em ti…
que és linda,
muito linda!

Voltas a rodar
e nesse girar
vejo a tua imagem:
a princesa do Sol
que ilumina os meus dias;
o resto da minha Vida!

José Manuel Brazão
20:29

Ternura

Quando te ouço,
sinto a doçura
das tuas palavras,
a ternura
dos teus gestos.

Meiga, generosa,
afável.
Chegas e tratas-me
com amor;
Olho para os teus carinhos
e vejo a vida com esplendor!

Partes,
acenas-me,
começa a saudade,
até à próxima vez…

José Manuel Brazão
20:07
20:03
17:28

SOBRE A INVEJA

( imagem  internet google )

SOBRE A INVEJA
A inveja é prima-irmã do ódio
Casada com a incompetência
Mãe da fofoca e da injúria
Madrinha da discórdia
Família serviçal do Anjo Mau.
E juntos vão morrer abraçados com o fracasso.

Já dizia Santo Agostinho que a inveja é a mãe de todos os males. Na missa do último domingo, durante a pregação o padre falou sobre inveja, esse sentimento que é ao mesmo tempo antigo, e também um tema sem fim, infelizmente. Na parábola de Jesus, um patrão logo de manhã contratou alguns homens por uma moeda, para trabalharem em sua vinha. No final do dia, faltando só uma hora para anoitecer, contratou outros homens, e no momento do acerto, pagou a todos o mesmo valor, tanto os que começaram a trabalhar cedo, quanto os que trabalharam por só uma hora. Houve reclamação dos primeiros contratados. O patrão disse: “Não estou sendo injusto. Não foi uma moeda que combinei com vocês? Estou lhes pagando o que combinei. E quero pagar aos outros o mesmo valor. Será que vocês estão com inveja porque estou sendo bom?”  A pergunta do padre à assembleia foi importante: Vocês acham que ser bom causa inveja? Claro que sim, mas não quero me ater a esse detalhe agora. Dia desses li um pequeno texto do Pe Fábio de Melo, e como não gosto de control-c  control-v, trouxe apenas a ideia dele, e disse mais ou menos o seguinte: “As pessoas usam muito um jargão, um clichê ( esse é o país do clichê), que diz: Os verdadeiros amigos se conhecem nas tristezas, nas dificuldades. Pode até ser... mas isso é muito pouco, porque os verdadeiros amigos também se conhecem, principalmente, nas alegrias, nos bons momentos, porque quem é seu verdadeiro amigo, ao ver seu sucesso, sua felicidade, ficam felizes também e vêm lhe abraçar. O amigo que se afasta quando você obtém êxito, quando realiza um sonho, nunca foi seu amigo, ele se afasta porque está com inveja do seu sucesso. E muitas vezes, claro que não são todos, aquele que fica do seu lado na tristeza, não está se condoendo por você, está ali somente para assistir a sua dor e dar risadas por dentro”. Confesso que nunca havia visto por esse prisma, mas hoje eu concordo. Já fui vítima de inveja de pessoas que tinham mais posses do que eu, ou seja, nem sempre a inveja é material, às vezes por você ter carisma, ter brilho, ter amizades, as pessoas sentem raiva de você. Não estou falando só de mim, afinal não sou a melhor pessoa do mundo, mas já vi outras boas pessoas serem invejadas simplesmente porque riem o tempo todo. Já tive alguns sucessos em minhas coisas, e realmente algumas pessoas que eu pensava que eram mesmo amigos (as) , pelo menos eu gostava deles (as),  me deixaram. O único conforto, aliás é um grande conforto, é carregar a certeza de que só se tem inveja de quem é maior.  É melhor ser invejado do que ser invejoso.
16:45

As palavras que pairam em ti


Palavras que pairam na tua alma,
percorrem as tuas veias,
escorrem pelas tuas mãos
e chegam a nós por e com amor!
E nesse teu encontro
de amor, muito amor
com a Vida e a Poesia
sorris encantada,
porque sentes
 tua alma alimentada
pelo teu querer e sentir
ser Poeta!



José Manuel Brazão
13:54
11:03
Visage (poema de Renata Bomfim)
09:30
09:28
08:49
08:37
08:16
Older posts are this way If this message doesn't go away, click anywhere on the page to continue loading posts.
Could not load more posts
Maybe Soup is currently being updated? I'll try again automatically in a few seconds...
Just a second, loading more posts...
You've reached the end.